A Associação

A Associação “Os Amigos do Museu Rural de Salselas” nasceu quase por imposição da Câmara Municipal, obrigada a negociar com uma entidade que tivesse «personalidade jurídica».

Para que todo o processo andasse mais rápido, essa formalidade ditou a convocatória de uma reunião com a população, a 17 de Agosto de 1986, na qual foi solicitada a adesão das pessoas à futura associação, assim como a continuação das obras do edifício do Museu no sentido de acolher também a sede da Junta e um salão polivalente.

A resposta foi positiva e, a 12 de Setembro, 15 salselenses assinaram a escritura de constituição da “Associação Os Amigos do Museu Rural de Salselas”, a qual traçara como objectivos “criar um museu vivo de forma a preservar a cultura rural de Salselas e realizar outras manifestações culturais, recreativas e artísticas e que tenham como fim a promoção da dignidade do Homem e do seu próprio meio”.

A institucionalização jurídica da associação permitiu à Câmara Municipal apoiar a obra com maior empenho, dando um novo impulso ao movimento cultural. As estruturas começaram a ser erguidas, tal como as alvenarias, tendo o telhado sido posto em 1996. Com ofertas de emigrantes e o voluntarismo dos salselenses, a placa para o palco foi posta no ano seguinte e em 1998 foi feito o primeiro piso.

Diversas entidades, como o Governo Civil de Bragança e o Instituto Português da Juventude, uniram-se também à causa, mas o maior impulso rumo à último fase foi dado por Luís Vaz, enquanto presidente da Câmara de Macedo, a partir de 29 de Fevereiro de 1996. O edil coordenou as candidaturas a programas vocacionados para este tipo de iniciativas no mundo rural, permitindo a angariação de subsídios que, juntamente com outros factores, aceleraram as obras de construção civil e permitiram que o imóvel ficasse concluído a 12 de Maio de 1999.